Lu Paternostro

Lu Paternostro

São Paulo, Sudeste, Brazil

About Lu Paternostro

Brazilian artist and designer.
The multi-worlds of people, things and anything, are my essence and manifest themselves through drawings, paintings, digital art, appropriations. #lupaternostro #multimundos
_____

My bio: https://lupaternostro.com.br/blog/bio/
Catalogs: https://lupaternostro.com.br/blog/catalogos/
Exhibitions: https://lupaternostro.com.br/blog/exposicoes/

Education

FAAP - Fundação Armando Álvares Penteado, Licenciatura em Educação Artística.

Exhibitions

EXPOSIÇÕES PERMANENTES:

• Exposição Permanente “Lendas Amazônicas”, “O Grande Pássaro” e “Uma homenagem a Manaus” no Manaus Airport, Manaus.

• Exposição Permanente “The Guest World InterContinental”, São Paulo.

• Exposição Permanente “Uma Homenagem ao meu País”, Hotel em Brasília.

EXPOSIÇÕES:

• Exposição “Mundos Intrincados”. Higienópolis Hotel. São Paulo/ SP. Novembro e Dezembro de 2016 e Janeiro e Fevereiro de 2017.

• Exposição “Uma Homenagem ao meu País”, Yate Clube de Brasilia. Dezembro de 2016.

Exposição “Uma Homenagem ao meu País”, Casa Thomas Jefferson. Brasilia/ DF. Março de 2016.

• Exposição Feira Parte, com Galeria Casa das Artes. Novembro de 2015.

• Exposição Permanente “Uma Homenagem ao meu País”, Metrô de São Paulo. Outubro, Novembro e Dezembro de 2015.

• Exposição Coletiva na Toyo Art Design. São Paulo/ SP. De 23 de Julho a 29 de agosto de 2015.

• Exposição “Mundos Intrincados”. Minas Centro. Belo Horizonte/ MG. De 20 a 24 de Agosto de 2013.

• Exposição “Mundos Intrincados”. Centro de Convenções Imigrantes. São Paulo/ SP. De 02 a 07 de Julho de 2013.

• Exposição Itinerante “Mundos Intrincados” no Metrô de São Paulo, 10 a 30 de Abril de 2013, Estação Metrô Alto do Ipiranga.

• Exposição Itinerante “Mundos Intrincados” no Metrô de São Paulo, 10 a 30 de Maio, Estação Clínicas.

• Exposição Itinerante “Mundos Intrincados” no Metrô de São Paulo, 10 a 30 de Junho, Estação Santana.

• Exposição Itinerante “Mundos Intrincados” no Metrô de São Paulo, 10 a 30 Julho, Estação Largo Treze de Maio. 2013

• 6a Bienal do Esquisito, Museu do Olho Latino, Atibaia/ SP. Maio, 2012

• Exposição Itinerante Internacional “Um Livro sobre a Morte”. Participação com 4 trabalhos da série Mundos Intrincados. Exposição no MuBE em São Paulo e em outros países. Em 2009.

• Artista selecionada com a obra “Mundos Kaóticos”, para o 1º Salão de Belas Artes de São Paulo, promovido pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. 2008

• Coletiva “Exposição e Eventos”. Museu de Arte Brasileira. 1985

• Coletiva Anual. Museu de Arte Brasileira da FAAP. 1983 e 1984

PRÊMIOS:

• Primeiro Lugar – Categoria Fotografia – II Prêmio “Metropolitana Fiat”. Espaço Cultural Metropolitana. 1989.

• Medalha de Prata – Categoria Pintura – Primeiro Prêmio UNAP de Artes Plásticas. União Nacional dos Artistas Plásticos. 1985

• Menção Honrosa no 7º Prêmio A CASA – Museu do Objeto Brasileiro, 2020

PUBLICAÇÕES:

• Revista ZUPI – 1º Edição. Artista selecionada dentre mais de 2.000 designers nacionais e internacionais. 2006

• Catálogo do 1º Salão de Belas Artes de São Paulo

• Catálogo Feira Parte 2015.

ACERVO:

• Obra “Giramundo” doada para o acervo histórico do Museu de Arte do Parlamento de São Paulo. 2010

• Foto premiada no II Prêmio “Metropolitana Fiat”. Espaço Cultural Metropolitana. 1989, doada para a Fundação Casper Líbero.

PALESTRAS:

• “Você como curador: Breves reflexões sobre a curadoria doméstica” – 1º Congresso Nacional de Casa e Decoração, novembro de 2014

EXPOSIÇÕES VIRTUAIS:

• “Um Labirinto do Oco” . Num labirinto, caminhos de um eu possível. Que depois de desfaz.

• “Desenho do Dia”. Percebi que um único dia esconde histórias. Um dia eu resolvi olhar para elas e ouvi-las. Passei assim durante um ano, desenhando um desenho por dia.

• “Histórias do Universo dos Falantes” Série de 40 caixas de histórias do mundo das bocas que não se calam, mesmo fechadas como caixas.

• “Mundaréu Urbano”. Exposição virtual de peças reais. Foi inspirada no cotidiano esquisito das pessoas que vivem nas cidades grandes, mundos fragmentados que parecem reais, desconectados de suas essências, de suas verdades.

Para imagens das exposições, acesse aqui.