Aguas de Março II Painting by Vicky Barranguet

view additional image 1
VIR 2.0 ButtonVIEW IN MY ROOM

View In A Room

View Fullscreen

Add to Favorites

VIR 2.0 ButtonVIEW IN MY ROOM
Aguas de Março II

Vicky Barranguet

United States

Painting

Size: 110 W x 57 H x 1.5 in

Ships in a Tube

Shipping included

7 day money-back guarantee

 Trustpilot Score

81

Views

6

Favorites

Artist Recognition

link - Artist featured in a collection

Artist featured in a collection

link - Featured in Inside The Studio

Featured in Inside The Studio

link - Showed at the The Other Art Fair

Showed at the The Other Art Fair

link - Featured in the Catalog

Featured in the Catalog

Art Description

Painting: Acrylic on Canvas.

Inspired in the Brazilian composition by Elis Regina.

É o pau, é a pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um caco de vidro, é a vida, é o sol
É a noite, é a morte, é um laço, é o anzol
É peroba no campo, é o nó da madeira
Caingá candeia, é o matita-pereira
É madeira de vento, tombo da ribanceira
É o mistério profundo, é o queira ou não queira
É o vento vetando, é o fim da ladeira
É a viga, é o vão, festa da ciumeira
É a chuva chovendo, é conversa ribeira
Das águas de março, é o fim da canseira
É o pé, é o chão, é a marcha estradeira
Passarinho na mão, pedra de a tiradeira
É uma ave no céu, é uma ave no chão
É um regato, é uma fonte, é um pedaço de pão
É o fundo do poço, é o fim do caminho
No rosto um desgosto, é um pouco sozinho
É um estepe, é um prego, é uma conta, é um conto
É um pingo pingando, é uma conta, é um ponto
É um peixe, é um gesto, é uma prata brilhando
É a luz da manha, é o tijolo chegando
É a lenha, é o dia, é o fim da picada
É a garrafa de cana, o estilhaço na estrada
É o projeto da casa, é o corpo na cama
É o carro enguiçado, é a lama, é a lama
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
É um resto de mato na luz da manhã
São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração
É uma cobra, é um pau, é João, é José
É um espinho na mão, é um corte no pé
São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração
É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
É um belo horizonte, é uma febre terça
São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração


Subjects:

Abstract

Mediums:

Materials:

Artist Recognition

Artist featured in a collection

Artist featured by Saatchi Art in a collection

Featured in Inside The Studio

Featured in Saatchi Art's curated series, Inside The Studio

Showed at the The Other Art Fair

Handpicked to show at The Other Art Fair presented by Saatchi Art in Brooklyn, New York, London, Los Angeles, Chicago, Los Angeles, New York, New York, Brooklyn, Brooklyn, New York

Featured in the Catalog

Featured in Saatchi Art's printed catalog, sent to thousands of art collectors